41 / 52

Uma semana difícil em termos…femininos! Já não estava à espera de grandes resultados (o sono e a a preguiça em níveis elevados e o abençoado chocolate…), mas mesmo assim consegui que o ponteiro da balança fosse na direção que interessa…mesmo que por uns meros 200g!

Com energia renovada, escrevo este post com os bracinhos a tremer de um treino funcional que cada vez mais concorre com a minha outra aula preferida: o power jump. Suspeito que amanhã não vai ser um dia fácil :)

Mais uma vez, apesar de os resultados não serem propriamente animadores, o que interessa é continuar a tentar e não desistir. Estamos assim: 66.3 kg (para a semana até faço uma tabela e tudo para ser mais fácil ver a evolução e se me portar mesmo bem até tiro medidas…). Na próxima semana irei partilhar o plano de treino que estou a seguir esta semana e algumas das minhas refeições.

Até lá!

40/52

Volto para reportar o resultado da semana e vou já avançando que não há mudanças a registar. Peso na mesma e também não cresci ;-)

Alimentação irregular…uns dias mais cuidada e outros nem por isso, fruto de uma semana muito exigente em termos de trabalho. O cansaço (e o stress) é o que mais me desperta a gulodice e portanto aqui me assumo culpada de escolhas menos felizes ao longo da semana que passou.

Em termos de exercício, apenas consegui ir duas vezes ao ginásio + uma caminhada bem ligeira. Na sexta-feira que passou, sem ter possibilidade se ir treinar ao fim do dia, decidi arrastar-me para o ginásio às 8h da manhã. E isto é o que de mais positivo teve a semana passada: temos que arranjar tempo, não desculpas, mesmo que o nosso dia seja muito preenchido. Ter ido fazer aquele treino logo de manhã custou mas fez-me sentir bem, com um sentimento de “dever cumprido”.

É com este pensamento positivo que encaro esta nova semana que começa. Procurar as alternativas que o dia me oferece, tentando incluir o máximo de treinos possível. Sei que não o vou conseguir fazer diariamente, mas espero que com alguma dedicação possa daqui a uma semana trazer novidades. Ah…e que o ponteiro da balança seja meu amigo e comece a descer =D

Até breve!

de volta aos treinos

Estou parada há vários meses. Vou fazendo exercício, mas não tenho vindo a conseguir manter a regularidade que desejaria, o que me traz alguns resultados, mas nunca me leva ao objetivo pretendido. Uma semana a ir direitinho, seguida de semanas de pausa não funciona. Diria assim que estou parada há vários anos.

Num dos últimos posts que escrevi sobre o assunto, tinha deixado o ginásio e assim continuei durante algum tempo. Fiz exercício em casa e fui correr algumas vezes, mas é preciso muita motivação para fazer exercício sozinha. Não digo que não seja possível, mas sinto que estar num ginásio ou inscrita numa qualquer modalidade torna o processo mais fácil.

Entretanto encontrei uma solução low cost, um ginásio em que contam o tempo que se despende ao minuto, desde momento em que se entra até sair (o banho também é contado). Fui experimentar e gostei. Do ginásio, do ambiente e das aulas que experimentei. Já tenho um plano de treino e até companhia para alguns treinos, por isso só desculpas podem fazer com que não atinja os meus objetivos.

Estes passam por perder peso e por me sentir bem, com energia e genica para enfrentar o dia, que é o modo como sei que me fico a sentir quando faço exercício. Por isso, em benefício do meu bem-estar e da minha sanidade sei que tenho que estabelecer uma rotina e de me esforçar ao máximo por cumpri-la com regularidade.

Irei reportar aqui o meu progresso, semanalmente, por isso se tiverem interesse, acompanhem-me. De acordo com a avaliação que fiz no ginásio, tenho cerca de 13 kg a perder, mas prefiro pensar em etapas mais pequenas, por isso o meu primeiro objetivo é chegar aos 60 kg. Começo assim na semana 39 de 52 (2014) com  66.5 kg (1,58 cm).

Mais alguém por aí nesta luta?

trufas de chocolate

Maravilha!
Comer estas trufas, sabendo (ainda por cima) que são saudáveis. Uma excelente alternativa para aqueles dias em que apetece alguma coisa doce, sem a sensação de guilty pleasure.

IMG_0075

Muito, muito fáceis de fazer – segui esta receita – farão certamente parte dos meus dias daqui em diante.

Colocar estes ingredientes num robot de cozinha, triturar e moldar bolinhas.
– 1 chávena, metade aveia integral, metade amêndoa palitada
– 1 chávena de tâmaras, sem caroço
– 1/2 chávena de sultanas
– 1 colher, bem cheia, de cacau cru em pó

IMG_0079

não ficar mais velho


Death is not the greatest loss in life. The greatest loss is what dies inside us while we live.

Norman Cousins

Já não me lembro de como cheguei lá. Sei que me agradaram os artigos e fui acompanhando o blog.  Sabendo, por experiência própria o resultado que uma alteração na alimentação pode ter no bem estar, a curiosidade por aquilo que alguém tem a dizer sobre o assunto já existia. A busca de uma alimentação saudável (e do efeito que esta possa ter para nos fazer sentir rejuvenescidos/mais enérgicos/…), levou-me a inscrever-me no Workshop de Anti-aging da Miss Kale.

ONDE E QUANDO
Decorreu no passado sábado, dia 1 de fevereiro, no Porto. Armei-me de armas (caderno e caneta) e bagagens (fui de combóio acompanhada do meu tricot) e pus-me a caminho. Decorreu num espaço muito interessante, que visto da rua passa completamente despercebido.

opo

fotografia: Cowork Studio OPO’Lab

A TEORIA, A PRÁTICA AND THE BIG PICTURE
Somos  aquilo que comemos e o modo como tratamos o nosso corpo tem reflexo no modo como nos sentimos. Penso que essa é a ideia geral transmitida no workshop, e é uma dedução que qualquer um de nós faria. É senso comum. A questão é como? Fazemos escolhas todos os dias, muitas vezes desconhecendo o efeito que têm. O workshop é um momento de tomada de consciência, na forma de um conjunto de passos que a Francisca sugere, fruto da investigação que tem feito ao longo dos anos e daquilo em que acredita. Não vou entrar em detalhe relativamente a cada um destes passos (isso é do domínio do workshop), mas posso apontar os pontos que considerei mais pertinentes (ou que a mim dizem mais e que vejo como possíveis de integrar no meu estilo de vida): devemos escolher alimentos que não sejam processados, de preferência biológicos/integrais, manter-nos hidratados, evitar situações de stress e dormir bem. Participar neste workshop confirmou-me, ainda, algo que já sabia – devemos aprender a escutar o nosso organismo, pois ele dir-nos-á daquilo que gosta ou não.

O ÓTIMO É INIMIGO DO BOM
Embora o tratamento dos temas tenha sido completo, estava à espera que acarinhasse mais o processo, que é gradual, e não tanto o fim. O que quero dizer com isto? – se não se consigo alcançar a soma das partes (dos passos), o que é prioritário? Por que parte do processo devo começar? Sou também sensível a uma outra realidade: há quem não tenha o rendimento disponível (eu incluída), nem viva nos grandes centros urbanos (idem) para ter acesso a algumas das propostas feitas, mesmo estando consciente de que se trata de um investimento em saúde. Se eu não tiver dinheiro para comprar fruta biológica, continua a ser mais saudável comer uma maçã normalizada do que comer um donut. Senti falta dessa dimensão e do conforto de sentir que adotar pelo menos algumas das alterações podem ter um efeito benéfico: o que pode ser fundamental para quem está a dar os primeiros passos. Ainda assim, estou muito feliz por ter participado e o balanço é positivo.

O LANCHE
Fizemos uma pausa para um lanche, oferecido no workshop, e foi um batido verde, bem verde (com coentros, que eu até nem gosto), mas que é inesperadamente bom! Eu fiquei fã :)

IMG_0070

VOU FICAR MAIS NOVA?
Cronologicamente não posso reverter o relógio. Mas se há alterações que me façam sentir mais enérgica e mais saudável, irei, sem dúvida, explorá-las; seguir algumas das sugestões feitas no workshop com este objetivo, é um desafio que coloco a mim própria e que prometo ir partilhando essa experiência aqui no blog! :)

ginástica sem ginásio

Na vida é necessário fazer ajustes e recentemente tive que cancelar a minha inscrição no ginásio. Questões de orçamento e agenda… Custou-me (vou ter muitas muitas saudades das aulas de powerjump), mas há que definir prioridades. Como não me imagino sem fazer desporto, procurei alternativas que me permitissem realizar alguma atividade física, sem a despesa fixa de uma mensalidade.

Aqui ficam algumas dicas:

Completamente gratuito – oh yeahhhh!

Caminhar ou correr – Para mim foi fundamental participar no Aveiro Night-Runners para ficar com o bichinho. A participação é gratuita e o espírito gerado é fenomenal. Todas as semanas, há corrida :)

Fazer exercício em casa: saltar à corda, fazer abdominais, subir e descer escadas ou optar por seguir programas de exercício online. Deixo aqui links de dois dos meus preferidos: Blogilates (neste até podemos ter acesso a um plano mensal de exercício, mediante a subscrição da newsletter) eo canal do youtube Fitnessblender.

Sistema de senhas – se vais, pagas!
Zumba – cá em Aveiro, há vários dias por semana e custa 3.5€/aula. Quem vai paga esse valor e no final de dez aulas, uma é oferta.

Ginásio – trata-se de outro modo de continuar a frequentar um ginásio de que se gosta, mas noutra modalidade. Só compensa se se fizer com menos regularidade, apostando aquelas aulas de que gostava mais!

Piscina – penso que todas as piscinas locais têm regime de nado livre, mediante o pagamento de uma quantia razoável.

Aceitam-se outras ideias ou sugestões ;-)

 

do mercado…

Uma das coisas que mais gosto de fazer ao sábado de manhã é ir ao mercado comprar legumes, fruta e ovos caseiros. Aqui em Aveiro há dois: o mercado de santiago e o mercado manuel firmino; Estão abertos durante a semana, mas ao sábado encontram-se produtos de lavrador e também biológicos, mas apenas no manuel firmino, que é a razão pela qual prefiro ir a este. Compro quase sempre de 3 bancas: a do Sr. João, que tem sempre dicas para partilhar*, e das duas dos produtos biológicos.

Esta semana, trouxe:

alface, tomate, rúcula e alhinho
laranjas, mirtilos, cerejas e pêras de S. João
brócolos, cogumelos shitake
rabanetes e alcachofras

*esta semana o Sr. João ensinou-me que os rabanetes, cortados às lascas, ficam muito bons numa sandes de manteiga :)

armcandy

Depois de uma primavera muito tímida, o verão começa já esta semana (o que aconteceu a metade do ano que já passou?!?) mas os dias de calor teimam em não vir. As sandálias continuam arrumadas e no armário há uma misturada de roupas de diferentes estações.

Quando o calor vier em força (apesar de andarem para aí a dizer que vamos ter o verão frio, eu tenho esperança) e puder andar com os braços à mostra à vontade, vou poder usar pulseiras coloridas. Tenho visto nas lojas de acessórios algumas de que gosto feitas com os nós do macramé que aprendi há (muuuuuito tempo) nas aulas de textêis do liceu, e portanto decidi fazê-las eu mesma :) Há muitos tutoriais disponíveis online

e muito por onde procurar inspiração.

popybox #2

Decidi encomendar a segunda popybox. Ao contrário do que estava à espera, a popybox parece não ter ainda um periodicidade fixa, e passou mais de um mês desde o lançamento da primeira (que também encomendei).

Esta chama-se Viva a Luz e a Cor e trouxe os seguintes produtos:

Collistar: Biorevitalizing Anticelulite Concentrate*
Nunca tinha ouvido falar da marca e estou curiosa por experimentar.

Eucerin Hyaloron Filler Antirugas para Pele Seca*
Já conheço e sei que é um bom produto

Essie: Verniz para as unhas
O produto com que fiquei mais empolgada, pois há muito queria experimentar vernizes desta marca. Apesar de ter recebido parte da coleção de inverno, fiquei contente com as cores que me calharam. Se tivesse recebido as cores mais escuras que vi aparecerem em caixas recebidas por outras pessoas, talvez ficasse um pouco dececionada. As cores que recebi foram beyond cozy, snap happy, skirting the issue e where’s my chauffeur?

Garancia Micro-Peeling Diário*
Outra marca que não conhecia. Gostei de receber, ainda não experimentei e estou curiosa com os eventuais resultados.

L’Oréal Professionnel: Laca de Fixação Forte para Cabelo
Não uso. É daquelas coisas que nem quando vou ao cabeleireiro gosto que me ponham, mas vou experimentar só para ter uma ideia :)

Schwarzkopf Professional: Óleo de cuidado Finalizante Ligeiro
Não conheço este óleo em particular e é adequado ao meu tipo de cabelo.

Gostei mais desta caixa do que da anterior. Pontos positivos e negativos…
(+) a diversidade de marcas (para mim algumas até desconhecidas)
(+) os vernizes da Essie (sem dúvida o melhor da caixa)
(+) o cuidado na embalagem
(+) o factor surpresa (confesso que fui espreitar as caixas que íam publicando, não resisti!)

(-) 50% dos produtos são amostras gratuitas, cuja venda não é permitida (os que estão assinalados com o *)
(-) continuam a não se conseguir saber o que esperar da popybox…
(as coisas vão-se sabendo aos arranques, o que condiciona um pouco a confiança na marca)
(-) necessidade de aperfeiçoar a adequação ao perfil (embora desta vez já tenha sido feito alguma coisa a este respeito)

Agora resta experimentar os produtos!
Ahhh…recebemos também um voucher para uma maquilhagem flash na Sephora, agora com o prazo mais do que suficiente para se poder usufruir desta oferta. Devo dizer que numa ida à Sephora (loja de Aveiro), comentei que tinha recebido o voucher da popybox anterior com um prazo muito limitado e ofereceram-me prontamente um novo com validade até ao fim do ano :) Gostei.

que título dar a este post?

Devia ter começado no início do ano, mas não. A lenga-lenga de “começo na segunda-feira” repetiu-se vezes sem conta na minha cabeça, até já não ser mais suportável (ler com tom melodramático) e sentir que tinha que fazer alguma coisa. Pois…isso e a roupa a apertar. A verdade é que gosto de comer (gosto muito de comer) e o gajo cá se casa cozinha bem (muito bem) e vai daí que em cima disso…petiscar, seja doce seja salgado, é bom por demais. Quilito a quilito, lá fui aumentando aquilo que agora tenho que perder…10kg, mais coisa menos coisa.

Já vou em duas semanas de mudanças, que eu própria estou a introduzir, com base naquilo que eu sei que funciona comigo. Não gosto de sentir que é um tudo ou nada e prefiro perder peso devagar do que sentir que me estou a privar (para mim a receita para o insucesso). Não gosto de comer sempre a mesma coisa, canso-me rapidamente dos planos traçados que oferecem pouca variedade. E não gosto de rotinas (refiro-me ao exercício) nem de pasmar no ginásio olhando para lado nenhum. Não ponho de lado vir a ser acompanhada, mas não para já. Tenho que fazer “a minha cena” nem que seja para me sintonizar.

E o exercício…
Sim, faz parte e requer muita força de vontade. Há dias que não apetece mesmo, mesmo, mesmo, mesmo, mesmo nada ir, mas no fim a sensação é boa (e queimaram-se calorias). E faz-me sentir bem no andar de cima (mente sã em corpo são). Vamos à contabilidade? Bora.

Semana 1 (4 a 10 março)
De volta ao exercício físico, alimentação sem alterações
1 aula de power jump + 1 aula de body vive + 1 aula de power jump
Não me pesei

Semana 2 (11 a 17 março)
Aumentar atividade física, algumas mudanças na alimentação
Retirei sumos, sobremesas durante a semana, e snacks noturnos
2ª, 4ª e 6ª power jump + 3ª e 5ª cycling express
Comprei uma balança nova, toda xpto, que mede aquelas coisas todas…e também pesa ;-)
-1.7kg

Estou na semana 3, que atualizarei no início da próxima semana.
Meço 1,59 e comecei esta caminhada com 68.9 kg (shame on me).

Sei que não sou a única nesta luta! =D
Deixa um link, se também estiveres a registar o teu progresso e/ou um comentário se quiseres saber mais. Gostava muito de te visitar!