feira das velharias

Hoje fui à Feira das Velharias aqui de Aveiro.  Estava como de costume, mas a manhã quente e cheia de luz deu-lhe uma cor especial (que infelizmente não fotografei porque o cartão da máquina ficou em casa).

Trouxe botões e livros.

Botões

petzi

Gostava de ter trazido uma caixa de costura de madeira (com pés) que lá estava mas que não pude observar devidamente (ele há gente muito mal educada que acha que se alguém pergunta o preço de alguma coisa é porque vai comprar logo a seguir…” oh menina se não está interessada não pergunta o preço!”), uma arca lindíssima mas cujo preço era proibitivo e as muitas máquinas de costura, em tamanho real, com caixa, em miniatura, os pés em ferro, … que por lá abundavam. E também a cadeira de madeira em miniatura que ando à procura há séculos (mas essa não encontrei). Pode ser que para o mês que vem.

no passado domingo

Esteve muito calor. Um calor fora de época, diga-se, mas que soube mesmo bem.
De manhã levámos o João à Barra para tirar saudades da sensação de ter os pés na areia. Ele pede muitas vezes (em pleno Inverno) para ir à Páia e assim fizémos-lhe a vontade ;) Estava um ambiente muito agradável, com muita gente a passear e a aproveitar o sol.
Foi também dia de Feira de Artes e Ofícios e dei lá um saltinho. Encontrei a Aurianne com as suas velas perfumadas e (novidade, pelo menos para mim) sabonetes artesanais. Eu trouxe um de erva-doce, que, para além do bom aspecto, tem um cheiro delicioso! Recomendo.

Não resisti também em adoptar uma boneca de saia cinzenta de uma banca que nunca tinha visto por lá. Apesar de ser feita em tricot, faz-me lembrar, pelo desenho da cara, os bonecos Waldorf. Tenho pena de não lembrar do nome da artesã.

img_0207.JPG
p.s. – ah…pois…o blog mudou de cara ! gostam?