preguiça

Ontem não me apeteceu pegar no projecto que tenho em mãos.

Esteve mais frio que nos dias anteriores e cheguei a casa ao fim da tarde com os ossos gelados. Nada que um banhinho quente não tenha resolvido (vinha com vontade de acender a lareira, mas achei que se calhar ainda é cedo).

Pijaminho vestido, lides domésticas tratadas e daí até estar alapada no sofá foi um saltinho, armada de agulhas e lã. Peguei também no livro que trouxe da biblioteca, que tenho lido, aos soluços, nos últimos dias. Descobri que existem duas maneiras de tricotar, o método francês e o método alemão, o primeiro mais adequado para pessoas destras e o segundo para canhotas. Uma coisa que me mete muita confusão, tanto nos gráficos do livro como nestes vídeos [excelentes e que têm sido uma ajuda preciosa ] é que as tricotadeiras não passam a lã à volta do pescoço. Ora, eu aprendi a tricotar assim tinha para aí uns 10 anos… bem que tentei da outra forma, mas não consegui…

Adiante. De cada vez que pego no tricot esqueço-me de como se montam as malhas, mas depois de várias tentativas lá consegui (se calhar é mesmo como andar de bicicleta, como dizem). O objectivo era conseguir fazer um ponto diferente daquele sempre a direito que fica às ondinhas (é liga? ou é meia?) e começar a fazer alguma coisa que não o cachecol. Umas mitenes vinham mesmo a calhar. Passou-me rápido. Deixa-te estar mas é quietinha e faz lá um cachecol que é isso que sabes fazer e aprende a fazer um ponto novo que já não é nada mau.

Comecei, desmanchei, comecei, desmanchei, … até ficar de mau humor e a culpar o material (…)

Hoje fui à minha loja das lãs preferida, vim de lá feliz com o que encontrei, e comecei de novo (apesar da difícil adaptação às agulhas número 9 que também trouxe e que me parecem gigantescas). … estou a fazer (mais) um cachecol… deixo as mitenes para quando me sentir mesmo corajosa.

agulhas

Quem é que arranjou uma lã tão gira? quem foi?

projecto da semana

como o tempo é muito pouco, os meus bonecos têm ficado de lado. Fazer os trabalhos que fazia, ao ritmo que íam aparecendo é, neste momento, impensável. Tem-me ocorrido muitas vezes que, se conseguísse por em prática um “projecto” por semana isso já me iria fazer sentir feliz. Como esta semana consegui organizar melhor as tarefas da escola, vou pegar num par de meias e transformá-lo num boneco (ah, que saudades!!!), sem qualquer previsão de quando ficará pronto ;)

img_0216.JPG

work in progress 1

apesar de não saber tricotar nada de muito elaborado…ou melhor…só saber mesmo fazer cachecóis ;) … o bichinho das agulhas vai atacando e é algo que me dá muita satisfação (e me ajuda a libertar o stress). Agora estou a fazer um cachecol com um ponto que aprendi com a minha mãe … não sei ao certo como se chama, mas gosto do efeito que a lã mesclada vai fazendo à medida que se vai tricotando.

cachecol_a2.jpg
Gostava de aprender a fazer gorros e casaquinhos em ponto pequeno para vestir os meus bonecos meia, mas tenho alguma dificuldade em compreender os esquemas e instruções escritas. Comprei este livro recentemente, mas receio que não consiga pôr em prática os seus projectos!!